Não pensei que tantos livros do primeiro post que fiz desse tipo realmente acabariam sendo traduzidos. Tudo bem, isso aconteceu com apenas três deles, mas ainda assim, são 3 de 5! Chamem de sorte, destino, ou obras que as editoras acharam que faria sucesso por aqui, nós agora temos as versões nacionais de We Were Liars (Mentirosos - Resenha aqui), She is not Invisible (Ela não é Invisível - que parece absolutamente incrível, como eu já havia imaginado) e Great (Incrível - que não parece mais tão interessante assim, mas ainda quero ler). 

Pensando nisso, resolvi fazer uma segunda parte dela, porque apenas os 216.783 livros ainda não lidos por mim, que já estão em português, não são o suficiente, preciso dos escritos em inglês. E se quiserem traduzir os que estão em russo, alemão ou japonês também, dou o maior apoio.



Chloe está tendo o pior dia da sua vida. Ela está presa em seu trabalho, no turno da manhã, no mercado GoodFoods, acidentalmente atingiu o carro de um cliente com um carrinho de compras e não consegue chegar a lugar nenhum com o garoto de quem gosta, Tyson. Ah, e ela e seus colegas de trabalho, também adolescentes, foram acusados de roubar 10.000 dólares da caixa de doações para a caridade. Agora eles estão trancados na “cadeia do trabalho”, também conhecida como a sala de lazer dos funcionários, até a polícia chegar. E se Chloe e seus colegas não conseguirem provar que são inocentes, ficarem presos em uma mesma sala será o menor de seus problemas…



Sobrenatural + Hollywood + Anjo Caído Fofo = VITÓRIA! 
Quando Aly King, de 16 anos, é a grande vencedora do concurso "Ganhe um Encontro com Dakota", é como se fosse um sonho se tornando realidade. Junto com a melhor amiga, Desi, e sua irmã aspirante a atriz de novela, Missy, ela pega um avião do Colorado até Hollywood, para o seu encontro com a celebridade. Como qualquer outra garota americana, Aly sabe que Dakota Danvers é um galã de cinema. O que ela não sabe é que ele também é filho do Diabo.
Felizmente para Aly, na Cidade dos Anjos existe um Anjo de verdade, Jameson Dagon. Ele é um Anjo Caído, mas lhe foi concedida uma última chance de salvação, caso consiga acabar com os planos malignos de Dakota.
Será que Jameson conseguirá proteger Aly e Desi da má influência de Dakota, além de lidar com o jeito extravagante de Missy - e ignorar sua crescente atração por Aly?




Eu não pedi por nada disso. Eu não queria ser algum tipo de heroína.
Mas, quando toda a sua vida é sugada por um tornado – levando você junto - você não tem escolha a não ser seguir o fluxo das coisas, não é?
Claro, eu li os livros. Sim, eu assisti aos filmes. Eu conheço a música sobre o arco-íris e os alegres passarinhos azuis. Mas eu nunca imaginei que Oz seria desse jeito. Um lugar onde bruxas boas não são confiáveis, bruxas más podem ser as mocinhas e macacos alados são executados por cometerem atos rebeldes. Apesar de tudo, a estrada de tijolos amarelos ainda está lá – mas talvez não por muito tempo.
O que aconteceu?
Dorothy. Eles dizem que ela encontrou uma maneira de voltar para Oz. Dizem que, uma vez tendo experimentado o poder, ele subiu a cabeça dela. E agora ninguém está seguro.
Meu nome é Amy Gumm – eu sou a outra garota que veio do Kansas.
Fui recrutada pela Ordem Revolucionária dos Perversos.
Fui treinada para lutar.
E tenho uma missão:
Remover o coração do Homem de Lata.
Roubar o cérebro do Espantalho.
Pegar a coragem do Leão.
Então, e apenas então - Dorothy deve morrer.




Nada passa pelo jeito desdenhoso de Kristi Carmichael – sua escola de ensino médio hippie, seu amigo Jacob e sua mãe workaholic. Mesmo com sua atitude e a habilidade de saber o que os outros estão pensando, Kritsti tem um lado vulnerável. A garota pode ouvir os pensamentos de seus colegas, chamando-a de gorda e nojenta. Ela é bonita para Gusty Peterson, um dos caras mais populares da escola, mas claro, pensa que ele a acha detestável. E ainda está brava com o seu pai, que saiu de casa há dois anos atrás. Logo, um projeto da escola a aproxima de Gusty, o pai dela aparece com uma novidade bombástica e um amigo sai do armário, e, de repente, Kristi começa a duvidar se consegue mesmo ler as pessoas.



Bianca Piper, de 17 anos, é cínica e leal, e não acha que é a mais bonita de suas amigas nem de longe. Ela também é esperta demais para cair na lábia do cara mais gato da escola, o galinha e escorregadio Wesley Rush. Na verdade, Bianca odeia ele. E quando ele a apelida de Duffy, ela joga o seu refrigerante na cara dele.
Mas as coisas não estão indo muito bem na sua casa. Desesperada por uma distração, Bianca acaba beijando Wesley. E gosta disso. Desejando escapar de tudo, ela se joga de cabeça em uma relação de inimizade colorida com Wesley.
Até que tudo vira de cabeça para baixo. Acontece que Wesley não é um mau ouvinte, e a vida dele também é bastante complicada. De repente, Bianca se dá conta de que ela está se apaixonando pelo garoto que pensou que odiava mais do que qualquer outra pessoa.



Fui eu mesma que traduzi as sinopses, então o texto em português não está maravilhoso, mas me esforcei bastante para que ficasse parecido, desse a mesma ideia do que os autores queriam dizer em inglês. Espero que as editoras façam um trabalho melhor quando decidirem publicar esses livros no Brasil. Fica a dica, rs.
Pelo que andei lendo na internet, planejam transformar Dorothy Must Die, que é o primeiro livro de uma coleção, em série de TV, o que tornaria a tradução dele bem mais viável. E The D.U.F.F. ganhou um filme ano passado, que, se não me engano foi uma produção independente, mas isso já torna as chances dele de vir para o Brasil maiores do que as de qualquer outro livro da lista.
E vocês? Estão esperando ansiosamente para algum livro ser traduzido?

6 Comentários

  1. Oiiiee tudo bom?

    Tive a alegria de conferir The Duff, um dos meus YA preferidos. Amei esse livro e ele certamente merecia ser publicado em Português. Dorothy Must to Die chama a minha atenão faz um tempão, amo retelings. E Top Ten CLues eu já ouvi falar e parece ser um livro delicioso pra ler

    Beijokas

    * Seu blog está lindo

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OIÊ! Tudo bem sim :)
      Ah, você já leu? Que demais! Pois é, vamos ver se alguém tem a brilhante ideia de publicá-lo, hahaha.
      A minha também! Faz meses e meses que estou doida para lê-lo.
      Parece sim, principalmente para mim, que adoro yas, rs.
      Own, obrigada flor, que bom que você gostou! Beijão.

      Excluir
  2. Menina, eu não conhecia nenhum desses livros e já me interessei por dois! Dorothy Must Die me pareceu muito intrigante, com os papéis invertidos e tal. E sempre me interesso por livros do tipo de Vibes. Agora também quero que eles sejam traduzidos, haha!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que bom!Sempre é ótimo ter mais livros na lista de leitura, rs. Sim, estou louca para ler essa série, principalmente porque amo Oz desde pequena c:
      Ah, eu sou outra que adora yas, haha. Que maravilha! Quanto mais pessoas a fim de lê-los, melhor! Beijos!

      Excluir
  3. Eu tenho uma lista de livros que desejo que sejam traduzidos, mas esses nunca vem, um grande exemplo é a série 'Wicked' que nao entendo o por que ainda nao traduziram, é super conhecida la fora, tem um musical da Broadway baseado no livro que é super famoso e ate ja veio para o Brasil, mas o livro que é bom nada (e as edições em inglês são caríssimas) ;-;
    Espero que tenhamos nossos sonhos literários realizados.
    xoxo

    planeta94.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que eu já ouvi falar de Wicked, mas não tenho certeza, haha.
      Como assim o musical veio para cá e o livro não? As editoras não sabem o dinheiro que estão perdendo, rs.
      Bom, eu até que estou indo bem, já que, praticamente um dia depois desse post, D.U.F.F. foi lançado por aqui.
      Beijinhos!

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: