Olá! Hoje vim responder uma Tag, em que a Midian, do Tordo de Morango, me marcou e a qual ela mesma criou! Nela, devemos relacionar um livro com características ou sensações de datas comemorativas famosas, como a Páscoa ou o Halloween. Segundo a Midi, não existe nenhuma tag assim, o que até é um pouco surpreendente, já que todos conhecemos esses feriados, por isso achei a ideia dela muito legal. São apenas 7 perguntinhas:


Enquanto estava conferindo minha estante no skoob, a procura de um livro que realmente me passasse uma sensação de paz, pensei que deveria começar a ler menos distopias e ficções sombrias onde os personagens estão em constante tensão (mentira, não vou diminuir o número delas não), pois foi difícil encontrar uma obra que se encaixava aqui. Acabei então escolhendo Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen, que é um romance fofo e alegre, e, o melhor de tudo, não fez o meu coração quase sair pela boca. Na maior parte do tempo.



Só podia ser Zumbis X Unicórnios mesmo para ter essa capa que, além de multicolorida, é demais, representando a épica batalha entre os zumbis sem graça e os seres mágicos purpurinantes e musicais chamados de unicórnios. Já que para perceber que eu sou #teamunicornio, mas e quanto a você?


Caso estejam interessados, tem a resenha dele aqui, uma das bem antigas, porém já adianto que Garota Replay passou de um livro interessante para algo meio sem noção em pouco tempo. Não sabia o que a autora tinha a intenção de fazer com a história, contudo suspeito que não tenha dado muito certo.



Olha só, preciso apenas de um livro que se passe na minha cidade, rs. Entretanto, segundo o próprio protagonista de Dezesseis Luas, não existe cidade menor e mais insossa que a de cidadezinha Gatlin. Como eu posso discordar desse modo?



Com certeza a categoria mais fácil dessa tag, haha, já que vários são os livros que contém pelo menos alguma menção à magia. Contudo, talvez Cidade dos Ossos seja o que possui mais formas de magia.



Essa data me traz mais ou menos o mesmo problema que o ano-novo, que já devem ter visto acima, mas foi um pouquinho mais fácil de decidir o livro certo para ela. Nárnia me ensinou muitas coisas e, apesar de os filmes terem me marcado mais, talvez por eu estar vendo um pedaço daquela história, por isso nunca vou esquecer esse mundo maravilhoso.




Vamos falar de coisas boas agora, vamos falar de livros que eu amo. O romance que eu julgo ser meu favorito, Um Amor Para Recordar, o livro que me descreve perfeitamente, Fangirl, a distopia que quase me rendeu 347 ataques cardíacos e o casal, que só é considerado assim por alguns fãs, mais fofo de todos, Maze Runner, o segundo, e talvez o mais fofo, livro da Coleção Sevenwaters, Filho das Sombras e uma das aventuras mais incríveis e fantásticas que já li, Eragon. E eu mal comecei.



Bom essa foi a tag gente, espero que tenham gostado! Eu estava pensando em adicionar o Dia das Crianças a ela, e até falei com a Midi sobre isso, que disse que estava tudo bem, porém o tempo acabou passando rápido demais e também achei um pouco chato mudar a criação dela.
Para finalizar, vou indicar a Bárbara, do Versos e Notas e a Fernanda, do Sobre Contar Histórias. Claro, todos que quiserem, são bem vindos para respondê-la! Não deixem de me contar se concordam com as minhas respostas, ou quais outros livros vocês colocariam no lugar dos que escolhi. Até!

Categorias:

10 Comentários

  1. Renata querida que Tag maravilhosa, realmente nunca tinha visto algo assim. Vou me organizar oara responder no fim do mês ok!!!???? Assim tenho um tempinho para pensar nas respostas. Mas as suas forma ótimas e bem inteligente. Concordo que Maze runner quase me fez infartar de ansiedade e curiosidade. Nárnia também me deixou essa sensação de família reunida, além de todos os ensinamentos existentes nas crônicas.

    Beijos e parabéns por trazer essa Tag tão legal para seus leitores!!!
    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê parabéns para a Midian, Aline, haha. Também gostei bastante, e fico muito feliz que você vai respondê-la também! Claro, sei como é.
      Nossa, acho que vai demorar até um livro conseguir me fazer sentir o que Correr ou Morrer fez! Eu nem tinha tempo para tentar adivinhar o que viria depois, eu só conseguia continuar lendo. Sim, Nárnia é muito amorzinho.
      Beijão, e não há de quê, já que o propósito é esse, trazer coisas legais que vocês venham a curtir ;)

      Excluir
  2. Oi Rê!
    Que bom que gostou! :D
    Ainda não li Maze Runner, eu comecei, mas era em PDF e estava deixando minha vista cansada.. A, eu estou muito a fim de ler Eragon, gosto muito do filme!
    Cidades dos Ossos é um ótimo exemplo de livro com magia :)
    Um amor para recordar é lindo, meu preferido do Sparks E Fangirl está na lista dos que quero ler em breve.

    Um beijo!

    http://tordodemorango.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Ah, poxa, que pena :/ Tomara que consiga o livro físico logo, então! Hahaha, se você gosta do filme, vai amar o livro.
      Sim, como você pode notar é meu preferido também, rs. Desculpem fãs fervorosos do John Green (sou uma também), mas Um Amor Para Recordar bate ACEDE. Não deixa de resenhar Fangirl então, quero saber o que achou!
      Beijos.

      Excluir
  3. Oi Re!! :)
    Primeiramente, obrigada por me marcar! Estou com várias tags pendentes e a sua me fez lembrar que preciso voltar com as tags lá no blog rs.
    Adorei a tag e, realmente é estranho que não existisse uma tag nesse estilo...
    "Eu Fui A Melhor Amiga de Jane Austen" (ô título grande rsrs) é realmente um romance fofo e leve. Espero que a editora publique logo a continuação aqui no Brasil. Vamos torcer.
    Sobre a categoria Natal eu gostei da sua escolha, apesar de não ter lido ainda "As Crônicas de Nárnia". Os filmes são maravilhosos e espero ler a primeira crônica ainda este mês! :)

    Agora, respondendo seu comentário lá no blog, posso sim falar mais um pouquinho sobre "A Montanha da Lua" pra você! Amiga, o sequestro que a Mical sofre na verdade não é um sequestro. Ela confunde as coisas quando vê um homem a seguindo. Este homem em questão mora em uma cabana na Montanha da Lua e é o duque de Hallinson. Depois que sua esposa morre ele fica tão desesperado que abandona sua casa e as responsabilidades do seu cargo. Mas por que? A maldição dos Hallinson diz que todo Hallinson, ao se apaixonar, provoca a morte de sua mulher. Agora imagina o remorso de Octávio... Ele fica recluso por 10 anos na cabana, longe da civilização e sem se permitir recomeçar, isso até salvar a vida de Mical. Mas, quem diria que ele se apaixonaria na vida novamente?? Bem, não posso falar mais rsrs. Qualquer coisa fale comigo amiga, posso te apresentar para a autora daí você conversa com ela! :)
    Beijoss,

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bá! Que é isso amiga, por nada. Haha, pois é, parece que precisa sim.
      Pois é, assim que eu vi no blog da Midi pensei "cara, como ninguém teve essa ideia antes. É óbvio!" hahaha.
      Eu espero também Bá, mas sabe que quando um livro não faz muito sucesso eles vão sempre deixando para depois, e, infelizmente, acho que esse é o caso de Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen (grande mesmo, rs).
      Estou torcendo por você e Nárnia!
      Aaahhh, agora tudo faz sentido, muito obrigada flor! Claro e, magina, que é isso, não precisa não, mas muito obrigada mesmo. Beijo!

      Excluir
  4. Tag super legal! Estou amando seu blog,muito fofo *-*

    http://livroscafeepoesia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, que bom que gostou :)
      Você que é uma fofa, Maria!

      Excluir
  5. Eu amei essa tag! É super criativa, e eu nunca tinha parado para pensar em algo assim antes!
    Nárnia é muito sentimento natalino, não é? Não tem como não ser assim, aquelas histórias são lindas e nos tocam de uma forma tão profunda. Tenho que concordar com o que você disse sobre Eragon, a série é uma das aventuras mais incríveis e fantásticas que eu já li. Queria muito que a adaptação cinematográfica tivesse dado certo, os filmes seriam tão impactantes nos mostrando todo aquele universo das histórias do Christopher Paolini! Sempre acabo comparando essa série co Senhor dos Anéis, não tem jeito.
    Beijos

    http://sobrecontarhistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não incrível que ninguém tinha parado para pensar nisso? Haha. Devemos agradecer a Midi.
      Absolutamente! Nárnia é Natal profundo.
      Ah, Eragon <3 Quem sabe não sai uma série? Agora, com essa onda de livros sendo adaptados para a TV, podíamos esperar algo assim... Sério? Bom, eu não posso comparar, mas acho que preferiria Eragon, haha. Beijo!

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: