Título Original: Daughter of the Forest

Série: Sevenwaters (Livro 1)


Autor(a): Juliet Marillier


Editora: Butterfly


Número de Páginas: 616


Ano: 2012





O reino de Sevenwaters é controlado por três lordes, de famílias diferentes: Redbeard, Marshes e Colum. Este último, tem 6 filhos homens, Liam, Diarmid, Conor, Cormack, Finbar, Padriac e apenas uma garota, Sorcha, que também é a mais jovem dentre seus irmãos. A mãe deles morreu no parto da menina, mas não sem antes despedir-se de cada um de seus filhos, ainda crianças na época. Desde esse acontecimento o pai dos jovens nunca mais foi o mesmo. Raramente retornava para casa das campanhas de guerra, deixando a responsabilidade de criar Sorcha para seus irmãos mais velhos.

A garota cresceu livre, porém muito ligada a seus irmãos. Com o tempo, cada um deles começou a mostrar mais aptidão para certas atividades. Liam, Diarmid e Cormack começaram a ir para as campanhas junto com seu pai, enquanto Conor administrava as finanças da casa, Finbar rejeitava a ideia de ir para a guerra, Padriac cuidava dos animais e Sorcha acreditava no poder curativo das ervas, ajudando assim as pessoas de seu povoado. Já havia até feito partos, apesar de ter apenas 12 anos.


Todos os filhos de lorde Colum aprenderam a ler e escrever com Padre Brien, em troca de favores. Sorcha não fazia ideia de que nem todos tinham esse privilégio. Quando era menor, também não entendia que existiam plantas perigosas, como a estrela da água. Um dia, quando estava com seus irmãos a beira de um lago, viu uma flor muito bonita e resolveu colhê-la, mas assim que suas mãos tocaram o caule da planta, ficaram cheias de espinhos. Com a ajuda e paciência de seus irmãos, a garota conseguiu se livrar de todas as farpas afiadas, porém aprendeu a não tocar mais naquele tipo de vegetação.

Era tão grande a conexão entre Sorcha e seus irmãos, que quando Liam ficou noivo da filha de lorde Readbeard, Eilis, ela ficou um pouco abalada, se sentindo indevidamente rejeitada. Porém, o ciúmes despretensioso logo deu lugar a outra emoção: ansiedade. Durante o jantar de celebração do noivado, guardas entraram carregando um prisioneiro, um garoto, apenas poucos anos mais velho do que a menina. Diziam que era Bretão e Sorcha sabia que isso era um sinônimo para inimigo. Iriam interroga-lo durante a noite, para ver se conseguiam extrair alguma informação dele, e então, provavelmente, matá-lo pela manhã. 


Contudo, Finbar convenceu sua irmã mais nova a ajudá-lo a salvar o prisioneiro. Sorcha só precisaria preparar uma infusão de ervas soníferas para os guardas ingerirem no café da manhã, que ele faria o resto. Meio contrariada, a garota concordou e quando amanheceu o prisioneiro já não estava mais em sua cela. Porém, em pouco tempo Padre Brien veio procurá-la, dizendo que precisava de ajuda para tratar um paciente, perguntando se a curandeira não poderia ficar algum tempo com ele. Com a permissão de seu irmão Conor, Sorcha parte, desconfiada.


Chegando na casa de Padre Brien, que ficava fora do vilarejo, a garota tem suas suspeitas confirmadas. Ela precisaria tratar do Bretão, o invasor, que foi torturado em sua própria casa. O garoto está ferido não apenas fisicamente, mas também psicologicamente. Ajudando-o a melhorar e enfrentar seus medos, mesmo com algumas dificuldades, é que Sorcha dá início a sua jornada, repleta de provações e tarefas que envolverão o místico e exigirão o máximo de sua coragem, força de vontade e todo o amor por seus irmãos.




Foi difícil parar de escrever essa resenha, pois o livro é relativamente grande e logo nas primeiras páginas já acontece tanta coisa! Mas vamos começar pelo começo, literalmente. Eu tenho o costume de achar que quando um livro inicia bem, ele irá continuar bem e isso se provou certo 99% das vezes. Com Filha da Floresta não foi diferente. 

Logo conhecemos Sorcha, a protagonista e sua relação mais do que linda com seus 6 irmãos mais velhos. Isso foi algo que me tocou profundamente durante todo o livro, mais ainda do que o romance em si. Ela não conhece a vida fora de sua casa, mas nem por isso é totalmente ignorante. E quando começam os verdadeiros desafios, podemos ver quão forte ela é. É impossível ignorar toda a garra de Sorcha para ajudar os irmãos dela e não ficar tocada por sua história. 

Pessoal, me perdoem se eu falei um monte e acabei não dizendo nada na resenha. Se enrolei, rs. Porém, isso é apenas porque eu realmente quero que leiam esse livro. Irão gostar, eu prometo, agora, não posso dizer que é uma história inovadora. A temática sim, é diferente, mesmo que baseada em um conto, mas para ser sincera, o enredo é até previsível. Contudo, é previsível de um jeito incrível. A narrativa da autora também é fluida e lemos vários capítulos sem perceber. As situações ocorrem naturalmente, por mais drásticas que sejam, e você percebe que, afinal, nada poderia ter acontecido de uma maneira diferente.

Eu devorei 2/5 da obra no primeiro dia de leitura. A história é linda, mesmo sendo um pouco clichê se tirarmos a mitologia celta e fiquei tão apegada a Filha da Floresta por um tempo, que até sonhei com o livro. Duas vezes. Na mesma noite. Só para vocês terem uma noção da situação. Claro, nem tudo foi ótimo. Tenho que dizer que o final não foi satisfatório, não depois de toda aquela trama maravilhosa, mas eu estou superando.

Tem apenas um pequeno problema com a revisão. Faltam letras em algumas palavras, mas isso é esparso, nada com o que se preocupar. De resto, a edição da Butterfly ficou muito bonita, com letras em alto relevo e uma pena metalizada na capa. Também tem um mapa super bonitinho, bem no início, que ajuda a nos situarmos. Tudo o que eu quero após esse título é a continuação. E irmãos como os Colum, claro.



26 Comentários

  1. Oi, tudo bem?
    A primeira coisa que me chamou atenção nesse livro foi a capa. Eu adorei!
    A premissa do livro é interessante. Adoro livros com esse tema, apesar de final não ser satisfatório, ainda continuo curiosa.
    Beijos

    Construindo Estante || Curta a fan page
    #MêsDosNamorados do Costruindo Estante. Concorra a 1 vale presente de R$ 50,00 da Saraiva.
    Participe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elaine, tudo sim, querida!
      Ela é muito bonita mesmo :)
      Com certeza é, e continue curiosa sim, haha. Beijo!

      Excluir
  2. Olha já tem algum tempo que tenho esse livro em minha estante, pelo menos os dois primeiros, mas ainda não iniciei por falta de tempo, mas tenho bastante curiosidade, principalmente após ler sua resenha que me deixou de boca aberta. Adoro livros assim de fantasia. Sem contar que amei a capa que é simplesmente maravilhosa.

    Enfim...Já que tu gostou do livro, acho que você vai gostar também do livro da mesma autora A DANÇA DA FLORESTA e O SEGREDO DE CYBELLE...Leia, porque tenho visto ótimos comentários sobre eles também e já tenho os meus na estante. Tentarei ler assim que possivel =D

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-navegue-lagrima_2.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Sil, mas eu te entendo, falta de tempo é um negócio sério mesmo. Ah, que bom, hahaha! A capa é lindinha mesmo c:
      Obrigada pelas dicas, acho que, a partir de agora, se algum livro for da Juliet, eu vou gostar então pode deixar que eles já estão na minha lista! Claro, quem sabe não faz uma resenha também, hehe?!

      Excluir
    2. Linda pode ser que eu venha a gostar da história
      Mas como ele é bem grande eu prefiro ler com calma, ainda mais se tratando de uma série.
      Eu acho que vou amar depois de ler sua resenha
      Mas vou esperar um pouco viu? hahaahahah

      E leia sim os livros que falei da autora, porque todos falam muito bem.

      Olha tem uma resenha nova no meu cantinho, quando você atualizar só colocar o link pra mim lá tá?

      http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-neve-na-primavera_3.html

      Excluir
    3. Prometo que isso não será nada difícil de acontecer, Sil! Sim, pode ler com toda a calma, você vai querer tirar tempo só para isso. Awn, eu realmente espero que ame c:
      Ok, desde que leia evetualmente, haha. Pode deixar, até me indicaram eles novamente lá no skoob.
      Como assim flor? Colocar o link aonde? Estou meio sonolenta, rs, não entendi.

      Excluir
  3. Que livro maravilhoso amei ,já quero rsrs
    adorei o post
    seguindo
    um super bjo
    http://theangelsdiaryhp.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É maravilhoso sim, de amar mesmo <3
      Que bom, fico muito feliz!
      Obrigada florzinha, beijão!

      Excluir
  4. Renata Delmondes2 de junho de 2015 17:37

    Oii Rê! :3

    Fico feliz,por ler mais uma de suas resenhas,e em especial essa,do meu terceiro favorito �� kkkk Mas,fico ainda mais contente por você ter ido além,porque convenhamos: a história de Sorcha prende e muita gente que conheço se reteve a ela,mas você conseguiu ver o sentimento dela pelos irmãos,que para mim,além de toda a guerrilha dela, é o coração desse livro tão ... Bom,até hoje ainda não consegui uma boa definição para ele,e é melhor assim,torna-o ainda mais especial. :3

    Bijus! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rê, linda do meu core!
      Que bom flor, mas é seu terceiro livro favorito, hein? Hahaha. Meu Deeeeeus, meu sonho era ter alguém que se dispusesse a fazer por mim o que a Sorcha fez por seus irmãos. Achei lindo demais, mas também, estava envolvido no que a Sorcha é. Não tinha como não notar. Por falar nisso, acho que "lindo" é uma ótima definição.
      Beijão :3

      Excluir
  5. Renata Delmondes3 de junho de 2015 13:12

    Oii flor! :3 Tudo lindo ? :D

    Kkkkk Sim,o primeiro lugar será sempre do meu querido Pequeno Grande Príncipe,e o segundo do meu Inteligente Falso Príncipe :3 ... Nossa,eu pensei a mesma coisa ao ler a história de Sorcha. *-* Sim,mas pessoas que conheço e fiz ler esse livro kkk deixaram um pouco de lado os irmãos,e se fixaram mais na batalha dela, e teve gente que achou o livro ruim ou "pesado" o.O mas poxa,é praticamente uma mitologia celta,já esperava antes de abrir o livro,uma história meio dura mesmo. :(
    Lindo seria em parte,e eu não sou fã de meio termo,por isso prefiro continuar sem ter uma definição. n.n

    Bijus! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo maravilhoso agora que você tá de volta aqui, hahahaha, e contigo?
      O primeiro eu entendi, só não entendi o segundo :p
      Owwn! Não tem como isso deixar de acontecer! É claro que a "batalha" dela é maravilhosa também, mas gente, prestem atenção naquela família, por favor *-*
      Aham, e mesmo duro, foi natural para a história. Acabei aceitando, por mais enraivecida que eu estivesse, kkk.
      Aii, poxa, assim fica difícil!
      Beijos!

      Excluir
  6. Eu preciso desse livro!!!!!
    Desde que você divulgou a parceria com a editora eu fiquei de olho nessa capa linda e não via a hora de você trazer a resenha pra gente :)
    Adorei sua resenha e conhecer um pouquinho do livro. Vou agora adicioná-lo na lista amiga e obrigada pela dica. Mais um pra lista :D
    Beijos!!

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quer saber, precisa mesmo, porque ele é muito lindo, hahaha.
      Aw, que bom, espero que tenha gostado dela então! Ah obrigada 'u'
      Por nada, você vai adorar, pode ter certeza! Beijos!

      Excluir
  7. Renata Delmondes4 de junho de 2015 16:58

    Ah,que bom,fico muito feliz por isso! :D
    kkkk É "O Falso Príncipe" o primeiro livro da Trilogia do Reino. *-*
    Sim,isso é verdade. kkkk É, porfavor não deixem os irmãos passarem despercebidos durante todo o enredo. *O*

    Isso, senti que acabou sendo natural para a história, e período e os lugares do Livro também. Nossa, nem me diga. >.< kkkkk
    kkkkk Mas é exatamente assim xD
    Bijus Rê! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que acabei de ler uma resenha? Você não tem noção da coincidência Rê! Acabei de descobrir do que se tratava e adorei, haha.
      Sério gente, quem fez isso precisa ler o livro de novo '-.-
      Muito mesmo!
      Aii, hum! Hshushush, beijão!

      Excluir
  8. Olá! Eu amooo a autora Juliet Marillier! Você já leu "A Dança da Floresta" e "O Segredo de Cibele"? Foram uns dos melhores livros que já li! Ela é perfeita para escrever literatura fantástica! Já comecei a ler Filha da Floresta há um tempo atrás, mas foi por ebook, e se o livro tem erros, imagina em formato digital! Tinha muitos erros e ficou impossível de ler, então acabei parando, mas pretendo recomeçar em breve, a história parecia maravilhosa!
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pati!
      E eu comecei a amar ela! Não, mas desde essa resenha, você é a terceira pessoa a me indicar eles! Hahaha, já estão na minha lista *-*
      Imagino mesmo... que pena! E é mesmo, recomece ele sim!
      Beijos e boa leitura!

      Excluir
  9. Renata Delmondes5 de junho de 2015 13:49

    Nossa Rê,que coincidência,não?! O.O Acho que isso é um sinal,de que deve ler "O Falso Príncipe" ! :D Bom,eu tinha lido
    algumas resenhas antes,mas que não me convenceram a finalmente lê-lo. Mas então, um dia estava em uma livraria e lá estava
    ele olhando para mim. *-* kkkk Tive que leva-lo para casa u,u mas não me arrependi! *-* Esse foi um livro com o qual eu
    desenvolvi uma conexão meio estranha até xD Porque tinham capitulos que eu e o personagem principal,o Sage *-* pareciamos
    ser uma coisa só, e que tinhamos uma linha de pensamento sem curvas O.O kkkkk Ele parecia pensar como eu na infância e
    também agora, e parecia ler minha mente. xD Em fim,a capa é linda e a história é
    incrivél,e sei lá... Você pode quase tocar o Sage. kkkkk Espero que leia ele em breve então. ;)

    Sim, com certeza ! u,u
    Beijão Rê,tudo de bom! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior! Pode ser, né?! Hahaha, lerei.
      Nossa, isso é que é livro bom, hein! Geeeente. Esqueci de dizer na resenha que tinha vezes que eu estava tão imersa na história de Filha da Floresta, que sentia como se eu fosse a Sorcha e tivesse as limitações dela!
      Ai que demais c: Eu espero também!
      Pois, beijo e para você também!

      Excluir
  10. Renata Delmondes6 de junho de 2015 16:39

    kkkk Faça isso! :D
    Sim,muitoooo, nunca achei que me apaixonaria tanto por um infanto-juvenil assim, mas foi exatamente o que aconteceu. *-* Ah, verdade, com Filha da Floresta também aconteceu algo bem próximo disso! Por isso não tenho muitos livros favoritos assim, porque são poucos os livros que tiveram esse tipo de efeito sobre mim.

    Bijus Rê! :* Obrigadaa! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar Rê. Que ótimo! Ah, para mim já não é tão difícil de acontecer, mas com Filha da Floresta até que foi bem intenso :o
      Beijão, por nada flor!

      Excluir
  11. Comprei 2 livros dessa série e dei de presente a minha cunhada, ainda estou esperando ela me emprestar, kkkkk. Achei muito interessante a estória.

    http://bombrildoce.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, mas cobra dela, viu, vai adorar!
      Que bom :D

      Excluir
  12. Renata muito legal sua opinião sobre a leitura. Tenho vontade de ler essa série a tempos pq uma amiga me indicou. Adoro mitologia celta e é sempre interessante saber um pouco mais. Que pena que o final não te agradou, espero que os próximos volumes sejam superiores a esse na finalização da história.
    Beijos

    P.s. Parabéns pelas fotos, ficaram lindas!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que gostou! Sim, sua amiga estava certíssima em te indicar!
      Pois é, nunca é demais, haha. É uma pena mesmo, mas ele não é ruim de todo, tá?! Eu também :D
      Beijo e obrigada ^.^

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: