Oi, oi! Bom, eu estou absolutamente inaugurando uma nova coluna aqui no L&C. Eu já havia tido essa ideia ano passado, bem como muitas outras na verdade, mas resolvi por em prática apenas agora. Isso pois minha relação com adaptações literárias é muito controversa. As vezes até não me incomodo se tiver algumas pequenas mudanças, desde que sejam para melhor, mas com outras coisas fico completamente furiosa. 
Foi pensando nisso e não tendo minha amiga Caçadora de Sombras por perto para desabafar tudo, que decidi de uma vez por todas pôr em vigor essa coluna. Porém, vou deixá-los avisados: só leiam se tiverem ao menos lido o livro e não se importarem com spoilers do filme. E preparem-se para muita reclamação falação. Separarei por pontos positivos, negativos e outros. Estão prontos? Leiam por sua conta e risco!















Pontos positivos:

  • Aqui vai um que provavelmente aparecerá muitas vezes: a escolha dos atores. A Clary no livro é meio parada, sem graça até, mas a Lily Collins trouxe vida para a do filme (e relaxem, pois o cabelo dela está ruivo, não preto como eu pensei inicialmente), ela foi simplesmente incrível. O Magnus Bane não poderia ser mais parecido com o que Cassandra Clare descreveu, ele está maravilhoso. Mas se tem alguém perfeito mesmo, é o Jace. Nenhum outro ator faria melhor que o Jamie C. Bower. E se ele não age exatamente como no livro, tenham certeza que a culpa é dos roteiristas;
  • O Instituto. Se como eu vocês imaginavam uma igreja mais simples e menor, devem agradecer ao filme por clarear nossas mentes. É um lugar lindo demais e muito bem feito, talvez eu nunca conseguisse imaginá-lo assim se não o visse na adaptação;
  • Algumas frases, ditas exatamente como no livro, principalmente as piadas de Clary e Jace;



Pontos Negativos:
  • Nem me incomodei tanto com a morte do demônio de um jeito diferente, como podem ver em outros, mas o que é aquele Jace que aparece para Clary no início, quando ela está com Simon, todo misterioso? Gostaria de ter uma comparação para fazer, mas é simplesmente muito bizarro ou ridículo;
  • Ela não enfia o detectador de demônios de Jace na garganta de um Ravener, nem sei se a criatura que estava na casa era mesmo um deles. Até onde vi nem existem esses aparelhos no filme;
  • Cadê o Church? Aquele gato está em algum Instituto desde As Peças Infernais e resolvem tirá-lo do filme. Não pode isso, produção! E cadê o famoso elevador?
  • Muita melação entre Clace. Não pensava que pudesse reclamar disso, algum dia, mas é verdade. Quando eles se beijam na estufa, o sistema de irrigação começa a funcionar. Parece que é apenas mais um romance, quando no livro não é bem assim;
  • Simon não se transforma em um rato, na casa de Magnus Bane. Os vampiros puseram algo em sua bebida e o levaram para seu covil na forma humana mesmo. Gostaria de ter visto a cena no filme, era muito boa (o que os produtores têm contra animais?);
  • Jocelyn estava escondida no Instituto o tempo todo. Fala sério, ninguém notaria? É muito mais interessante Clary se lembrar do portal no hospital abandonado. Por falar em nisso, além de colocarem a mãe de Clary no Instituto, criaram um portal lá também. Por favor!
  • Enfiaram uma porcaria de menina demônio no meio do filme. Ficou terrível, foi apenas uma razão para o Luke aparecer e esclarecer algumas coisas para Clary;
  • Porque eu nem sequer ouvi a palavra parabatai no filme? Acho que essa deveria ser uma das coisas mais importantes no mundo de Caçadores das Sombras;



Outros:
  • Coisas como a mordida de vampiro no Simon e a marca que Clary desenhou sem saber o que significa, tem explicação no segundo livro, Cidade das Cinzas;
  • É Jocelyn que toma uma poção para se manter desacordada, quando no livro não podemos saber com certeza se foi ela ou Valentim. Isso é esclarecido em Cidade de Vidro;
  • Clary é muito mais capaz no filme;
  • Ao invés de Clary precisar seguir Jace, Isabelle, Alec e o demônio para um depósito na Pandemônio, a matança ocorre no meio de todo mundo mesmo;
  • Simon é mais musculoso que Jace e no livro Clary o descreve como sendo muito magro. Só estranhei;
  • No bando de Luke, Gretel é a segunda em comando, mas no filme vemos apenas Atticus;
  • Não tem um portal da casa de Dorothea (o que os produtores têm contra portais?);
  • Valentim não tem cabelos brancos;
  • Um final com muito mais ação, com direito a lutas e drama. Pus em outros, porque não posso dizer que desgostei;

Pelo Anjo. Acham que eu exagerei? Enfim, me sinto bem melhor agora, depois de desabafar. Também devo ter me esquecido de algumas coisas, então comentem se perceberem alguma cena importante que eu esqueci, por favor. Fiquem com os Nephilins.

16 Comentários

  1. eu concordo com você rsrs principalmente nos pontos negativo!. Eu gosto muito dos livros. E já li todos os livros de Cassandra Clare.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí Mi! Haha, pois é, infelizmente. Eu estou em Cidade de Vidro, mas já toda a série As Peças Infernais, que até agora, gostei mais do que Os Instrumentos Moratis .-.

      Excluir
  2. Oi, Rê! Li esse livro recentemente (vou até publicar a resenha hoje ainda no meu blog) e meio que vi o filme durante a leitura do livro (altos spoilers haha). Concordo com você em alguns pontos e discordo em outros. Porque teria um portal dentro do Instituto? Que final mais corrido e sem graça foi aquele? Sinceramente eu não gostei muito do Jace do filme. Acho que é porque eu o imaginava diferente. E o filme me deixou confusa: o Jace falava o que falava em um jeito ironico ou verdadeiro (como foi mostrado no filme)?
    Beijos

    http://porummundocommaispaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iza!
      Haha, nossa, que doideira, parece até eu lendo A Guerra dos Tronos e acompanhando com a HQ ou série. Essa é uma das grandes questões da humanidade, provavelmente relacionada a uma razão para o Valentim aparecer.
      Ele é preocupado demais com a Clary, né? Apesar de até ter gostado, senti isso. Ah sim! Não acredito que esqueci de falar daquele final dramático! Vou consertar isso agora!
      Ironicamente verdadeiro. É o Jace.
      Vou conferir sua resenha, beijo!

      Excluir
  3. tudo que eu queria saber ♥
    www.thecuteland.com

    ResponderExcluir
  4. Prefiro mais a Clary do filme do que a do livro, adoro instrumentos mortais mas acho a clary muito besta e a do filme é muito mais legal. O jace do filme eu não gostei sei lá acho que ele era paradão enfim trocaram os papeis a clary ficou animada e o jace paradao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prefiro também Ka! Mas em Cidade de Vidro já gostei bem mais dela no que dos anteriores. É, haha. Pois é, ele ficou meio paradão né? Agora que você falou... mas adoro ele mesmo assim!

      Excluir
  5. Oi Renata, tudo bem? No início do filme eu achei os acontecimentos que ocorreram, muito rápidos. Concordo com você no resto dos aspectos, mas odiei o Jace do filme, imaginava um outro ator. Bjs
    Folheandominhavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bela, tudo sim (:
      É, mas pensa bem, (infelizmente) não daria certo se fosse tudo no mesmo tempo do livro. Ah, isso não, ele é tão... Jace, haha.
      Beijo!

      Excluir
    2. Concordo com você Renata, eu adorei o Jamie Campbell como Jace *suspira.

      Na verdade o elenco todo me agradou! o que acaba matando o filme é o roteiro, eu não vi necessidade nenhuma em distorcer alguns fatos do livro (que por sinal é uma das coisas que me tiram do sério, sempre!)

      Enfim adorei o blog e a resenha
      beijos beijos

      Excluir
    3. Muitos suspiros, Isa! Haha.
      Sim, o que eu menos gostei foi o Alec... o Valentim com aquela pegada bad guy e o Simon todo fofo, rs. Sim, até que bastante coisa foi distorcida e como você, isso me irrita muito!
      Que bom saber disso <3
      Beijos e obrigada!

      Excluir
  6. Oi, Renatinha! ♥
    Fui uma das que leu pela minha própria conta e risco, hahaha. Eu assisti o filme, mas não li o livro. É, eu sei, EU SEI. Uma amiga que me convenceu (chora). Arrependo-me um pouquinho disso. Tenho que ler o livro logo! E ler Cidade de vidro! E todos os outros que não lembro nada!
    Minha prima já me spoilou praticamente todos os livros há alguns anos, mas não lembro bem de nada, então está TUDO LINDO! HORAY! Gostei bastante da sua comparação entre livro e filme, ainda mais por ser uma leitura fresquinha sua, em que você lembra de todos os detalhes! Adoraria ver outras!

    Beijão,

    Maah
    http://betterstayinside.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mahzoca <3
      Ah, adoro gente aventureira, haha! ACHO BOM QUE SAIBA MESMO, DONA! Ai, essas amigta... hum, sei não.
      Sim! Cidade de Vidro é o melhor, apenas antes do último! Ai, olha, você tem umas companhias que Pelo Anjo! Uma dá spoiler, outra faz olhar o filme... mas que bom C:
      Sim! Podexá, beijos!

      Excluir
  7. Concordo com você, mas ainda acrescentaria mais alguns pontos negativos. Eu não gostei de forma alguma do modo como o livro foi adaptado, um dos motivos pra eu fazer meu blog foi (com exagero e tudo) a minha indignação com esse filme.

    Mas, estou bem animada a série que vão fazer, acho que vão consertar algumas das coisas que erraram feio no filme. Pelo menos o elenco parece bem promissor. Só espero que eles mencionem parabatai e que o simon vire um rato, pq essa é uma das partes mais engraçadas do primeiro livro.

    Tô adorando seu blog, parabéns.

    umlugarsoparanos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Laura, isso é que é ter problemas com a adaptação, hahaha. Nossa, jura? Pois é, isso acontece às vezes.
      Eu também estou bem animada com a série porém ao mesmo tempo muito chateada com a péssima escolha de atores para certos papeis, como a Clary. Pior que péssima essa escolha, ela não é nada como aquela atriz. Sim, precisam mencionar parabatai e com certeza o Simon deve virar um rato, hahaha.
      Que maravilha, muito obrigada flor!

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: