Título Original: Suzanne's Diary for Nicholas

Autor(a): James Patterson


Editora: Arqueiro


Número de Páginas: 224


Ano: 2011







Sinopse: Depois de quase um ano juntos, o poeta Matt Harrison acaba de romper com Katie Wilkinson. A jovem editora, que não tinha qualquer dúvida quanto ao amor que os unia, não consegue entender como um relacionamento tão perfeito pôde acabar tão de repente. Mas tudo está prestes a ser explicado. No dia seguinte ao rompimento, Katie encontra um pacote deixado por Matt na porta de sua casa. Dentro dele, um pequeno volume encadernado traz na capa cinco palavras, escritas com uma caligrafia que ela não reconhece: “Diário de Suzana para Nicolas”. Ao folhear aquelas páginas, Katie logo descobre que Suzana é uma jovem médica que, depois de sofrer um infarto, decidiu deixar para trás a correria de Boston e se mudar para um chalé na pacata ilha de Martha’s Vineyard. Foi lá que conheceu Matt. E lá nasceu o filho deles, Nicolas. Por que Matt teria lhe deixado aquele diário? Agora, confusa e sofrendo pelo fim do relacionamento, é nas palavras de outra mulher que Katie buscará as respostas para sua vida. O diário de Suzana para Nicolas é uma história de amor que se constrói ao virar de cada página. Cada revelação é mais uma nuance sobre seus personagens. Cada descoberta é um fio a mais a ligar vidas que o destino entrelaçou.


O que eu achei do livro: Bom, era a última semana em que poderíamos retirar livros na biblioteca do meu colégio e por isso resolvi não começar nenhuma série, mas em contraponto li 4 livros únicos, haha. Não esperava muito quando decidi pegar O Diário de Suzana Para Nicholas, apenas ler mais uma obra, que com sorte teria algo a acrescentar. 

Suzana é uma médica que trabalha bastante, vive em uma cidade grande, sempre ocupada e estressada. Por isso, nem para a própria a surpresa é tão grande, quando ganha um ataque cardíaco. Após o incidente, ela decide mudar radicalmente de vida, indo morar em uma ilha, onde poderá relaxar mais e ter uma carga horária menor. 
Isso me fez refletir, embora não tão intensamente, como nós damos importância para coisas que, às vezes, podem esperar, nas nossas prioridades. Atualmente, parece que o trabalho é tudo o que importa, com familiares e a própria sociedade nos pressionando para escolher uma boa profissão, antes mesmo de sequer começarmos a trabalhar efetivamente. Ou seja, não precisamos sequer esperar entrar na faculdade para nos estressarmos. É um processo que inicia agora, talvez já tenha até começado.
A Suzana me mostrou que é importante trabalhar, sim, contudo não a ponto de viver para seu emprego. Necessitamos de tempo para cuidar da nossa saúde, tanto física quanto mental. Entretanto, esse nem foi o ponto mais importante do livro para mim, estou só divagando um pouco, rs. 
No geral, é uma obra muito tocante, um romance lindo de se ler. Um livro curto, li em uma manhã, um pouco mais e me emocionei. Eu entendi, embora não completamente a Suzana quando ela ainda estava grávida do Nicolas e teve que fazer uma cesariana, pois ela teve eclâmpsia e os dois quase morreram, isso porque minha mãe teve a mesma complicação comigo. A boa notícia é que todos sobrevivemos! Então, acho que podem compreender como eu me senti.
O único ponto fraco da obra mesmo é o final, tudo acontece muito rápido e meio certo demais, porém ainda fiquei com muita vontade de indicar para todos! Fugindo do assunto agora, me desculpem por não postar quase nada essa semana e não poder ter publicado isso ontem, estava em uma viagem. Obrigada pela compreensão, adoro vocês!

Nota: 

6 Comentários

  1. Oie!!
    Só leio comentários positivos sobre esse livro e o quanto ele é emocionante. Já o coloquei na minha lista de desejados para 2015 :)
    Posso imaginar como você deve ter se sentido durante a leitura vendo uma história parecida com a sua e, acredito que isto deva ter tornado o livro mais especial para você...
    Adorei saber sua opinião!
    Beijos,

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      É mesmo? Bom, ele é mesmo lindo. Haha, que bom que 2015 está logo aí. Sim, muito mesmo, pude entender melhor a Suzana e o Matt... me deixou bem emocionada. Que bom, espero que goste do livro também!
      Beijos!

      Excluir
  2. Eu AMO o Nicolas Sparks, e quando vi esse livro fiquei louca pra comprar. Porémmmm nunca o acho na livraria, e quando acho não posso comprar... Vida difícil!
    Adorei o post!
    Beijocas
    http://www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah não, mas gente, esse não é um livro do Nicholas Sparks e sim do James Patterson, viu?!
      Sério? Que pena, mais sorte para você, pois é um livro muito adorável! Fico feliz que gostou, obrigada! Beijinhos:*

      Excluir
  3. Renata que bom que vc leu e gostou desse livro. Eu simplesmente amei e achei uma história fantástica. Sempre indico ele e por mim todos os pais fariam diários sobre os primeiros anos de vida dos filhos, assim quando eles tivessem grandes poderiam ler sobre sua infância se quisessem. Eu particularmente não tenho quase nenhuma lembrança!!!

    Beijos e parabéns pela resenha!!!
    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei! É lindo. Sério? É até uma boa ideia, imagina os sentimentos. é...
      Obrigada, beijinhos ;*

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: