Título Original: The Death Cure

Série: Maze Runner (Livro 3)


Autor: James Dashner


Editora: V&R


Número de Páginas: 364


Ano: 2012







P.S: Esse é o último livro da série que conta a história de Thomas e os Clareanos. 


Tirados do deserto pelo CRUEL, os garotos pensam que talvez tudo possa ficar bem. Porém no dia seguinte ao que chegaram na sede da instituição, descobrem estar passando pela terceira parte da experiência, novamente sem escolha. Thomas está sozinho, preso em um quarto branco sem nada para fazer, mas tenta não se deixar abater.

Depois de alguns dias, concluída essa parte da experiência, Janson, o cara de rato, avisa-o que já pode sair para tomar um banho e após isso ele o levará ao encontro de seus amigos, entretanto não deve tentar fugir. Terminada sua higiene, Thomas é conduzido a uma sala de reuniões. Lá ele fica aliviado pois encontra todos os seus amigos vivos e as outras garotas do Grupo B, inclusive Teresa, apesar de ainda estar desconfiado dela.

Logo em seguida ao reencontro, chega Janson. Diz que o CRUEL não fará mais nenhum teste com ninguém e devolverão suas memórias, pois assim que as receberem de volta irão querer colaborar com a instituição voluntariamente. Antes disso, ele lerá uma lista com o nome das pessoas não imunes ao fulgor, para que nenhuma se assuste com o fato quando recuperar a memória. Quando o homem chama o nome de Newt, Thomas fica sem chão.

Após isso Thomas, Newt e Minho acabam decidindo que não querem recuperar sua memória, contudo são enviados à força para um quarto de procedimentos. É lá onde Thomas encontra Brenda, e fica chocado ao ver a amiga trabalhando para o CRUEL. Ela porém explica a ele que no início realmente acreditava que o CRUEL era bom, entretanto agora eles não a deixam mais partir.

Por isso, antes de terem suas memórias apagadas, brigam com os guardas do cômodo e conseguem escapar até onde está Jorge, que descobrem ser também um agente do CRUEL, piloto de naves. Após procurarem em toda a instituição por seus outros companheiros, sem sucesso, os três decidem partir para Denver, uma cidade segura, aparentemente sem o vírus do Fulgor. Passarão por tantos perigos quanto no labirinto ou no deserto, porém agora contarão com a ajuda de outra organização, anti o CRUEL, o Braço Direito. E alguns amigos a menos.

Como podem ver ali em cima, eu especifiquei que esse é o último livro de Maze Runner, que conta a história de Thomas e os outros grupos. Daí vocês perguntarão, ué, mas a série não tem quatro livros? Tem sim gente, entretanto o quarto conta a história das explosões solares e de como o fulgor se espalhou pelo mundo, com outros personagens. Eu, quando li não sabia disso e fiquei totalmente transtornada após ler A Cura Mortal.

Se eu posso colocar de algum jeito esse é o menos melhor livro da série, haha, porque ele é muito bom também, mas foi o que eu menos gostei. 33,3% por ser o final da série, 33,3% pelo fato de eu não saber que era o último e 33,3% pela leve queda de qualidade na obra, comparada as anteriores.

Fiquei horas muito feliz com alguns acontecimentos, porém na maior parte do tempo eu estava angustiada ou chorando mesmo. Quando eu disse "alguns amigos a menos", foi um eufemismo para a morte de 2 personagens. Gostaria de xingar pessoalmente o James Dashner de todos os palavrões em inglês que eu conheço, mas né, não faria isso. Só posso dizer que para mim foi doloroso e muito, realmente não esperava. Tenho certeza absoluta que nem o Thomas sentiu a falta deles tanto quanto eu.

Por falar no próprio, se eu pudesse usar uma expressão facial para descrever o Tommy nesse livro seria uma grande franzida de testa, com direito a olhos apertados. James Dashner, o que você fez com o meu Tommy! Continuo adorando o personagem, mas ele me pareceu superficial, não sei, o James não se aprofundou tanto nas emoções dele nesse exemplar e isso me incomodou bastante. 

Gostei um pouquinho mais da Brenda nesse livro. Continuo achando ela uma personagem desnecessária, porém não estava mentindo (pelo menos dessa vez, né Brends?) ou enganando pessoas pelo CRUEL. O Minho foi um personagem com quem eu me dei ainda melhor, podemos ver rapidamente um outro lado dele, mais emotivo. Ah, para a minha grande alegria, vemos um antigo amigo nosso. Deixo em aberto para especularem à vontade, haha, não ia ter graça se eu falasse, mas eu tinha que mencioná-lo mesmo que indiretamente.

Provavelmente vocês querem saber algo sobre o final. Bem, não foi nada do que eu esperava, mas isso porque eu não esperava nada, não fazia ideia de como o James ia se safar daquela loucura toda, rs. Com certeza foi uma conclusão que precisava de uma melhora, achei rápida demais, entretanto até satisfatória.

Agora, para ser bem sincera, vou contar uma coisa para vocês: só dei cinco estrelas para o livro por ele ser o final da série e eu sempre sou legal com os finais. Contudo, se ele fosse o segundo, por exemplo, daria quatro, só de braba que fiquei com o James e alguns problemas com a história.
Então, vocês concordam? Me digam o que acharam do livro, ou para o caso dos que não leram, da resenha!

Nota: 

4 Comentários

  1. Gostei pra caramba do jeito que você escreveu a resenha Renata! Hoje mesmo chegou o primeiro livro da série que eu tinha dito que compraria para meu amigo. Ainda não tirei do plástico (na verdade, vou deixar este gostinho para ele hehehe), mas é bem bonito :)
    Beijos, Cris
    leitoresforever.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, que fofa, fico muito feliz que gostou ^.^
      Ah, que sortudo ele, eu não ganho muitos livros de amigos, haha. Adoro tirar livro do plástico (coisa de leitor, né?)! Sim, é lindo, o que tem a capa do filme é mais incrível ainda C:
      Beijão!

      Excluir
  2. Também pretendo ler os livros dessa série seguidos como vc fez, mas acredito que só em 2015 pq para esse fim de ano já meio que escolhi os livros.
    Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, acho que uma série tem (muito mais) graça só se os livros forem lidos em sequência, apesar de, eu não fazer muito isso, rs. Eu vi lá no seu blog! Boas leituras para você, então, Aline!

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: