Título Original: An Abundance of Katherines

Autor(a): John Green

Editora: Intrínseca

Número de Páginas: 304

Ano: 2013



Boa tarde, meu povo! Prontos para mais uma resenha de um livro do João Verde John Green?

Colin é um nerd amante de anagramas, que sonha em ter seu momento eureca, e também é um prodígio, embora preferisse ser um gênio (porque sim, há diferença. Um prodígio tem a habilidade de aprender coisas rapidamente e é muito inteligente, quando um gênio pode também inventar coisas revolucionárias com essas capacidades). E poder descobrir, porque sua namorada, Katherine 19ª, mais conhecida como K-19, terminou com ele.

Pois é, Colin só namora garotas chamadas K-a-t-h-e-r-i-n-e, sem tirar ou por nenhuma letra. Ao todo, já saiu com 19 delas, mas nenhuma deixou de dar um belo pé na bunda dele, K-19 terminando a relação logo após suas formaturas do ensino médio. Ele estava bem para baixo, até que seu melhor amigo, Hassan, sugere que eles façam uma viagem de carro, visto que essa é a resposta para quaisquer problemas adolescentes. Sem nada melhor em vista, Colin resolve aceitar.

Com um pouco de relutância dos pais de ambos, os amigos embarcam em uma viagem sem destino, com o carro de Colin como transporte, este tentando se distrair do último fora e Hassan querendo enrolar mais um ano até fazer faculdade. Eles passam a primeira noite no rabecão e já decidem que precisam encontrar um lugar para ficar. É quando Colin vê uma placa indicando o túmulo de um de seus ídolos e depois de certa insistência por sua parte, vão visitá-lo.

O túmulo fica na pequena cidade de Gutshot, onde param numa loja de conveniência para fazer o tour. Sua guia é Lindsey, uma garota da mesma idade deles, que logo percebe o grande nível de inteligência de Colin. 

Porém, quando eles estão voltando da visitação, o garoto cai e bate a cabeça em uma pedra. Lindsey, que é uma enfermeira em treinamento vai correndo para a loja buscar um curativo, mas subitamente Colin tem um momento eureca. Se tudo pode ser explicado matematicamente, porque ele não pode prever como um relacionamento acabará? E é assim que tem início o que ele chama de "Teorema Katherine".   

Enquanto eu lia esse livro a única coisa que pensei foi: eu devo ser uma fugging de uma nerd! Porque eu ri tanto, sério, fazia tempo que eu não me divertia desse jeito com um livro. Eram 11h da noite e estava lá a Renata, dando altas gargalhadas. O John... não por ser modinha ou algo assim, mas com certeza ele é um dos meus escritores favoritos!

Bom, o Colin é um daqueles garotos que precisam ter certeza absoluta do amor da namorada, então pergunta se ela o ama, tipo, 10 vezes por dia, mas mesmo assim consegue ser muito charmoso e até engraçado (algumas pessoas definiram ele como depressivo, embora eu não tenha visto muito disso)Sem contar como ele é inteligente e adora ler... êpa, quero um Colin na minha vida, hahaha!

Me chamou a atenção que, durante o livro o autor usa muitas notas de rodapé, que servem tanto para explicar algo quanto para darmos mais risadas. Ah e vejam bem, tem uma quantidade considerável de matemática na obra, e apesar de eu não ser uma grande fã da matéria, ela ainda consegue ser ótima. Só o John para conseguir uma coisa dessas mesmo, hahaha.

Um beijo e um queijo, ou qualquer outro laticínio que vocês prefiram ;3

Nota: 

24 Comentários

  1. Olha só...! Sem spoilers *-* Perfeito, doçura. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu segundo nome é "sem spoilers", hueheuehue. Prometi para mim mesma quando comecei o blog que tentaria ao máximo nunca dar nenhum spoiler, só mais se alguém pedisse nos comentários.
      Muito obrigada flor C:

      Excluir
  2. Respostas
    1. Leia, é totalmente Johntástico, hushsuhsus.
      Muito obrigada, adorei seu nome, haha ^^

      Excluir
  3. Adorei a resenha, Rê (pode ser assim?)! Até hoje só li ACEDE do João Verde, que acabou virando um dos meus livros preferidos.Quero muito ler outros, mas por algum motivo eu sempre acabo deixando pra depois. De qualquer forma, O teorema Katherine é um dos primeiros da minha lista imaginária. Quero muito ler, mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada C: Claro, é assim mesmo, haha!
      Quem não ama (e não leu?!) ACEDE, né? Pior que eu também faço isso, graças a Deus os livros do John continuam lá, hsuhsushs. Mas se você tiver um espaço na sua lista, encaixa os livros dele lá!
      Eu adoramei, recomendo, leia sim!

      Excluir
  4. Eu não tinha muita vontade de ler esse livro por ter uma linguagem matemática, mas adorei sua resenha e agora acho que vou lê-lo. O personagem principal parece ser bem engraçado com sua maluquice nerd rsrs.
    Beijos

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, não é exatamente uma linguagem matemática, só contem um pouco dela. Obrigada e que bom, leia sim!
      Hshsuhsus, ele é engraçado sim, mas no contexto da história todos os personagens acabam sendo engraçados, em algum momento.
      Beijo :*

      Excluir
  5. Renata,tentei ler esse livro mas abandonei. Não gostei da narrativa. Não consigo explicar o que acontece, eu não consigo acompanhar a história, mas sempre que folheio o livro acho quotes inteligentes e que passo a amar.
    Parabéns pela sua resenha!

    Beijinhos!
    http://citacaonumclick.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Que pena. Tente de novo daqui a algum tempo então, quem sabe a leitura não engata? É, tem umas frases bem legais sim, mas sem comparação com ACEDE hushsuhsush.
      Beijocas ;3

      Excluir
  6. Esse livro é muito fofo! Tá na minha listinha a um tempão <3
    http://staffbooks.blogspot.com.br/2014/07/resenha-as-vantagens-de-ser-invisivel.html

    ResponderExcluir
  7. Simplesmente adorei essa resenha! Eu não estava muito empolgada pra ler esse livro, apesar dele estar na minha lista de leituras, mas agora eu me empolguei haha!
    Eu também adoro o tio Verde <3

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aww, que bom, obrigada!
      Eu enrolei meio ano para ler ele também, mas quando li não me arrependi! Agora vai, então, hueheuheue.
      #Johnrules

      Excluir
  8. Olá Renata! Irei colocar esse livro em minha lista! A sua resenha me deu vontade de te-lo! Adoro livros assim! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      É isso mesmo, aumentar a lista, aumentar e aumentar, hsuhsushus! Que bom :D
      Beijo!

      Excluir
  9. O João Verde sabe mesmo fazer a gente dar boas risadas, né?
    Fiquei bem curiosa com esse livro, essa ideia de Teorema Katherine é bem legal.
    O livro não tem nada hot né?
    Ótima resenha! Bjs <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. John = histórias engraçadas demais ou trágicas demais, hsuhsuhsus. Muito. É, é muito interessante! Não, você prefere que tenha ou não? Haha, só tem algumas coisas assim "de passagem", sabe, quando o ponto não era aquele?! Então.
      Obrigada! Beijo ;3

      Excluir
    2. Eu prefiro que não tenha, sabe? Acho meio que um desrespeito, por isso evito esse tipo de livro, enfim, é só uma opinião. Mas como nesse é só "de passagem" vou conferir, haha.

      Excluir
    3. Ah, sim, tudo bem, claro. Pode ficar tranquila, não tem nada pesado (mal tem coisas "leves", hehe). Claro, é muito bom o livro, depois me diz o que achou!

      Excluir
  10. Eu amei esse livro. Ganhei de presente de aniversario e devorei ele em apenas um dia. Eu que amo matematiica e teoremas super indico esse livro.
    Me apaixonei por todos os personagens e não tinha como ser diferente.
    O que não consigo entender é como tanta gente que é fã de Jonh Green crtitica tanto esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas o/
      Minha amiga ganhou de presente de aniversário e me emprestou, não que ela tivesse opção, heuheueheuheueheuehe. Ah, daí matemática já não é muito comigo. Apesar de eu ir bem, não é minha favorita.
      Todos? Até o "Outro Colin"? Hahaha.
      É, eu li uma vez, alguém disse que era o livro "mais fraco" do Green, eu simplesmente não entendi, pois adorei!

      Excluir
  11. Olá, eu AMO John Green, sou muito fã, eu tenho o Teorema Katherine e simplesmente amo, ri muito, a verdade é que o John é um genio.
    http://dicasdelady.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Acho que ele se superou no TK, mais engraçado que Cidades de Papel! Haha, sim ele é incrível!

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: