Título Original: The one

Série: A Seleção (Livro 3)

Autor(a): Kiera Cass

Editora: Seguinte

Número de Páginas: 352

Ano: 2014


Sinopse: America era a candidata mais improvável da Seleção: se inscreveu por insistência da mãe e aceitou participar da competição só para se afastar de Aspen, um garoto que partira seu coração. Ao conhecer melhor o príncipe, porém, surgiu uma amizade que logo se transformou em algo mais… No entanto, toda vez que Maxon parecia estar certo de que escolheria America, algum obstáculo fazia os dois se afastarem.
Um desses obstáculos era Aspen, que passou a ocupar o posto de guarda no palácio e estava decidido a reconquistar a namorada. Em encontros proibidos, ele a reconfortava em meio àquele mundo de luxos e rivalidades. Com essas idas e vindas, America perdeu um pouco de espaço no coração do príncipe, lugar que foi prontamente ocupado por outra concorrente. Para completar, o rei odiava America e a considerava a pior opção para o filho. Assim, tentava sabotar a relação dos dois, inventando mentiras e colocando a garota em prova a todo instante.
Agora, para conseguir o que deseja, America precisa cortar os laços com Aspen, conquistar o povo de Illéa e conseguir novos aliados políticos. Mas tudo pode sair do controle quando ela começa a questionar o sistema de castas e a estratégia usada para lidar com os ataques rebeldes.


O que eu achei do livro: não foi exatamente como eu esperava (na verdade, nem sei o que eu esperava direito), mas ainda assim ótimo. Logo no início, America acha que está em desvantagem com relação as outras garotas, pois pensa que todas "já foram mais longe" com Maxon. Ela está errada e então, tenta seduzi-lo, usando um vestido vulgar, sim minha gente vulgar. Até eu fiquei com vergonha pela America, mas Maxon percebeu suas intenções e não deixou que nada acontecesse, ao menos daquele jeito.  
Enfim, contei isso para não ficarem muito chocados, porque eu fiquei, haha, aquela não era a America. O livro é muito bom e sim, para satisfazer logo a curiosidade, ele termina como a maioria das pessoas espera. Ao longo da história, acontecem 4 mortes relevantes. Agora outro assunto importante é: não odeiem a Celeste. Sério, só leiam e deixem a Kiera mudar a opinião de vocês sobre ela.
Durante o livro, várias revelações acontecem, tipo muitas mesmo. Dá para saber direitinho a verdadeira face de cada um. Em especial, tem um segredo, muito segredatástico, mas achei que ele não foi bem trabalhado ao longo da trilogia, por isso não fiquei muito surpresa quando ele foi revelado.
E o final... dava para chorar. Você sabia que as coisas iram ficar bem, mas tinha toda aquela emoção, amor (reprimido?) e medo do desconhecido... Não ficou com um desfecho muito original, mas certamente foi avassalador e vai deixar saudades, mega-saudades. Até me dá um nó na garganta pensar que não veremos mais America e seus cabelos ruivos em outro título. O lance agora é esperar por um conto novo da Kiera,  chamado "The Queen (A Rainha)", que falará sobre a mãe de Maxon, Amberly e também por novas séries/livros como "The Siren".
Abraços com lágrimas nos olhos. 

Nota: 

10 Comentários

  1. Olá Renata, amei o final dessa trilogia, algumas coisas foram desnecessárias, mas ainda sim foi um dos finais mais lindos (aliás até o momento foi o melhor final de uma trilogia).

    Parabéns pela resenha.

    Beijos
    http://blog-emcomum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi o/
      Sim, amei muito, era como eu imaginava! Te entendo: leia-se... a morte de alguns personagens. Como assim "o momento"? Hahaha.
      Obrigada, mas não é exatamente "resenha", haha, embora pareça. Bem, chamem como quiserem ;p
      Beijo!

      Excluir
  2. Oi Re!
    Minhas expectativas para A Escolha estavam muito altas desde o ano passado. Contei os dias para o lançamento e, quando o tive em mãos li em 1 dia, simplesmente devorei!
    Apesar da autora ter corrido um pouco no final eu amei o fim da trilogia!!
    Beijos

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiê!
      Bah, sabe que eu imaginava e até queria que acabasse como acabou? Só que sabe, sem 2 mortes, rs. Acho que não demorei muito para ler ele também, um fim de semana no máximo.
      Agora que você falou, bem que ela podia ter descrevido mais, mas no fim não sei se eu iria aguentar, era MUITA pressão, hahaha!
      Beijo ;*

      Excluir
    2. Pois é, além de mortes o final ficou corrido. Eu queria mais cenas, mais história sabe!! Mas continua sendo meu favorito ^^

      Beijos

      http://versosenotas.blogspot.com.br/

      Excluir
    3. Te entendo, eu não queria que acabasse, ficou com gostinho de quero mais, haha.
      Total!
      Outro ^^

      Excluir
  3. Eu também gostei desse livro, o final foi tipo .... sem muita emoção, pelo menos pra mim não foi nada criativo, mais foi bem fofo e não deixou muito a desejar ( o importante é eles se casarem e serem felizes! hahaha ). Eu li a coleção toda em dois dias! Amei <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei *-----*
      Falou tudo! Achei mega-fofo também e apenas um pouco sem emoção, porque para falar a verdade não sei se aguentaria passar por mais sufoco do que aquele ataque...
      Menina, não conta spoiler aqui no meu blog O.O Hahaha, vamos torcer pra ninguém ler, né?!
      Jura? Nossa parabéns, hein! Eu li tipo, em 6 meses, haha, pois tive que esperar até ter acesso a "A Elite" e "A Escolha"... <3

      Excluir
  4. Oi adorei a resenha! E claro o livro...chorei litros!!!! Terminei ontem mas ainda estou com DPL. Tentando ler outras histórias mas está complicado hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiê!
      Na verdade essa tá mais pra opinião, mas Ok, hahaha! Eu não chorei tanto, mas me senti tão, tão mal "por dentro"...
      Nossa flor, nem pensa em ler outra coisa agora, melhor mesmo é esperar passar, senão você não vai aproveitar esse novo livro.

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: