Nome: A Estrela que Nunca vai se Apagar

Autor(a): Esther Earl com Lori e Wayne Earl


Editora: Intrínseca


Número de Páginas: 448


Ano: 2014




Bom dia, bom dia! Bem, eu levei realmente um bom tempo para organizar meus pensamentos e poder sequer falar sobre esse livro, então aqui vai: a resenha de A Estrela que Nunca Vai se Apagar.

Esther era uma adolescente de 12 anos alegre e cheia de vida, tinha 4 irmãos e vivia uma vida comum na França, até que, em certa aula de educação física, se sentiu muito mal e foi levada por seus pais ao médico. Este, então, a encaminhou para fazer alguns exames, suspeitando de algum problema respiratório. 

Mas, o que deveria ser uma pneumonia, se revelou como sendo algo muito mais grave: ela na verdade tinha câncer da tireoide, já em estágio avançado.

Agora, quem pensa que Esther sentou, chorou e se entregou logo naquela hora, está redondamente enganado. Ela viveu, aproveitou e combateu seu câncer, o mais que podia.

Ok, me deixem lutar contra as lágrimas um momento. Esse. É. O. Livro. Mais. Maravilhoso. E. Inspirador. E. Lindo. E. Emocinante. Que. Eu. Já. Li. Na. Minha. Vida. Ai, respira. 

Vou dar um conselho logo aqui no início. Leiam esse livro, gente. Leiam. Não é a toa que o John pegou inspiração com a Esther para escrever A Culpa é das Estrelas (mas não se enganem, a relação deles era muito mais que profissional, eles eram amigos), ela é a Hazel em pessoa e muito mais. 

É impossível não se admirar com o jeito de ser da Esther, a medida que você vai lendo o livro pensa: "nossa, como essa garota pode ser tão feliz e não reclamar da vida mesmo com câncer?" e perceber o quanto somos mal-agradecidos no geral. 

Não que a Esther fosse uma heroína (apesar de que para mim é), ela própria disse que era inadequado chamá-la desse jeito. Só que, muitas vezes quando ela ficava triste, cansada, pensava em desistir, continuou lutando contra sua doença.
Tudo isso, sem contar com seus blogs e canal do Youtube, onde ela ajudava, aconselhava e, sem saber, inspirava jovens de tudo o mundo com sua coragem e força de vontade. 

Qualquer um que tiver a chance, deve ler esse livro. Indique para sua mãe, pai, avô, amigo/a, tia, só não deixe ninguém perder essa maravilhosa história, dessa garota que agora é uma estrela (muito) brilhante lá no céu.

Nota:    ✰  

10 Comentários

  1. Olá Renata, vi fazer uma visita no seu blog e me deparo com este livro imensamente lindo e tocante, li A Culpa é das estrelas, OKAY? E amei, é realmente muito tocante. Parabéns pela resenha. Tem post novo (nem tanto) lá no blog, passa lá.
    http://j-a-santos.blogspot.com.br/
    Abraços
    J. A. Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey ^^
      Sim, sim, muito lindo e tocante, não tem como não amar A-A
      Vou lá sim, abraços!

      Excluir
  2. Olá Renata!
    Vim dar uma olhadinha no seu site (conforme sua sugestão no skoob!) e não pude deixar de ler justamente essa resenha.
    Literalmente acabei de acabar de ler esse livro!
    Ele nos deixa sem palavras, pois enche nossos corações.
    Como muito bem colocou John Green no epílogo: "Esther nos ensina que é possível viver com depressão, sem ser consumida por ela".

    O que mais apreciei nessa obra é a forma pura e singela que demonstra o quanto ela era humana. Apenas isso.
    Entre altos e baixos, ela aprendeu a viver. E foi assim durante todo o tempo em que ela esteve por aqui.

    Outra coisa muito bacana é a forma como as conversas que ela tinha com os amigos do Catitude, cheia de asteriscos e expressões cibernéticas... eu vivi aquele boom aqui no Brasil, então foi como viajar em uma espécie de viagem no tempo.
    Dava quase para imaginar conversando com ela, sabe?!

    Sem sombras de dúvidas é um livro que nos mostra algumas coisas que todas as crianças nos ensinam, mas que quando crescemos somos levados a desistir.
    Do fundo do meu coração, assim como reaprendi com Esther Grace, desejo a você muita vida! :-)
    Lembre-se: "Se precisar descanse, mas não desista".

    Muito sucesso! :D
    Sinta-se abraçada! =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Sim, acho que eu literalmente pude sentir meu coração cheio de emoções...
      Adorei isso também, tipo, Esther, você é meu modelo de vida, quando eu crescer quero ser igual a você.
      Pois é né, eu também achei isso, fui olhar o tumblr dela (me partiu o coração ver que todos os posts eram de 3 anos atrás ;-;) e é tão normal e pessoal de certa forma, poxa, a gente podia ser unicórnias juntas ou algo assim.
      Também desejo muita vida para você, e todos :D
      *Anotando mentalmente...* Adorei essa citação, mas sabe que agora eu não me lembro de ter visto no livro?!
      Obrigada, obrigada, sinta-se abraçada você também \o/

      Excluir
  3. Li esse livro e concordo contigo, consigo ver a Hazel quase toda hora -ou eu vejo Ester na Hazel?
    Enfim, ao mesmo tempo que são muito parecidas, também são diferentes. Enquanto lia, ficava pensando "Ester nunca conseguiu seu romance, nunca conseguiu uma coisa tão simples, mas que ela queria tanto" :/ Acho que a ressaca literária que me pegou depois desse livro foi maior que qualquer outra...

    devaneiosestrelares.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hmm... acho que um pouco de cada, haha.
      Ai cara, esqueci de falar disso. Sim, isso foi outra coisa que me partiu o coração, ela tinha um desejo tão simples mas ao mesmo tempo tão complicado, senti muito pela Esther, eu entendo ela totalmente Q-Q
      Bah, nunca vou esquecer esse livro ou o que a Estee me ensinou, tenho ela como uma amiga, mesmo que ela nunca venha a saber disso <3

      Excluir
  4. Oi *-*
    Vim dar uma olhadinha no seu blog, após ler seu recadinho no skoob, e não pude deixar de ler essa resenha. Estou com muita vontade de ler esse livro. E a sua resenha me deixou ainda mais ansiosa!! Ótima resenha, Renata! Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey o/
      Obrigadinha :)
      Ah, sim, esse livro é ótimo (apesar de triste), acho que você tem toda a razão de estar ansiosa, não deixe de ler!
      Haha, obrigada de novo, beijos :3

      Excluir
  5. Renata pois é desde que comecei a ler resenhas sobre esse livro e sobre a história dessa garota fiquei interessada em ler. Na livraria peguei o livro e fiquei namorando e babando pela diagramação do mesmo. Enfim assim que possível pretendo ler sim essa linda história.
    Parabéns pela leitura e pelas ótimas palavras. Bjos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiramente eu não o queria, mas foi uma estupidez passageira, haha. Posso imaginar, eu faço o mesmo com vááários títulos. Coisa normal de leitor, né?
      Leia sim, é linda mesmo! Muito obrigada C:
      Beijão!

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: