Nome: Diário de uma Jovem (O Diário de Anne Frank)

Autor(a): Anne Frank

Editora: Itatiaia

Número de Páginas: 289

Ano: 1988



     Bom dia! Tudo Ok? Hoje, depois de algum tempo, eu sei, tem resenha de novo! Dessa vez o livro é Diário de uma Jovem, mais conhecido como "O Diário de Anne Frank".

Sobre o livro: 
Anne era uma jovem garota judia, que viveu no período da Alemanha nazista, quando pessoas da religião dela eram perseguidas e levadas para os campos de concentração. Ela vivia confortavelmente em sua casa, na Holanda, até que a situação começou a ficar crítica, e Anne e sua família tiveram que se mudar para o que ela chama de "Anexo Secreto", um apartamento escondido, em um prédio de escritórios que era do antigo patrão de seu pai. 
     Lá, além de se preocupar diariamente com a possibilidade de serem descobertos, ela precisa aprender a lidar com o início da puberdade, seus pais e a revelação do amor.

Minha opinião:
Pessoal... eu nunca pensei que uma garota, ainda mais uma garota real e da década de '40, pudesse ser tão parecida comigo. Tipo ela quase poderia ser minha gêmea! Também é difícil acreditar que esse livro não seja ficção, de tão bem escrito. À horas eu estava querendo ler a história da Anne, mas pensava que seria algo diferente, por exemplo, onde eles ficaram e a quantidade de pessoas escondidas. 
     Enfim, adorei o livro, mas fiquei muito, muito triste com o final repentino, eu poderia ler a história dela por semanas ainda. Leiam esse livro e se emocionem! Super abraços :D

Nota:   ✰  

6 Comentários

  1. Adorei sua resenha! Ja tinha ouvido falar muito desse livro, por isso li ele ainda ano passado. É um dos meus livros preferidos, e achei, assim como você, o final muito triste e me emocionei também.
    Fica a dia para todos! Beijos ;**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada :D
      E não é?! Parece que precisava continuar, né, não podia simplesmente acabar daquele jeito repentino, acho que isso deixou ele ainda mais triste :/
      Beijo :3

      Excluir
  2. Olá!
    ótima resenha!
    tenho muita vontade de ler este clássico, porém tenho medo de ser muito triste... ultimamente eu tenho ficado mto impressionada com o q ando lendo e estou com certo receio rsrs.
    beeijo!
    http://draamin.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigada :D
      Na verdade o livro em si não é triste, mas sim o final dele, você vai entender se ler.
      Hahaha, não se preocupe é um livro mais light.
      Outro :3

      Excluir
  3. É um dos meus livros favoritos. Não tem como não se emocionar com o final. E, como você disse, não parece que é de uma garota dos anos 40! Tem vários trechos que eu me identifico e até copiei num caderno.
    Recomendo "Lembrando Anne Frank" que foi escrito pela Miep (♥) e "Os Colegas de Anne Frank" do Theo Coster.
    Beijos! :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que entrou para minha lista de favoritos também, haha. Acho que se eu fosse copiar minhas partes favoritas ia encher um caderno, ela fala muitas coisas verdadeiras e intrigantes.
      Acabei de adicionar no meu "vou ler" no skoob, obrigada pelas dicas!
      Outros :3

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: